segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O céu da vida

Espero pelo silêncio que me acalma, não pelas palavras que me enganam…
É duro o presente, é melancólico o passado e é um mistério o futuro. Por conseguinte, irei seguir o agora, abandonar o depois e resguardar o que tenho, mantendo-me fiel a mim mesma.
Sei que são dores o que a tua ausência me causa, porém a tua presença nem sempre sei o que provoca. E assim é o céu da vida que, por vezes, nos brinda com uma esplendorosa luz, mas outras apenas nos deixa as suas lágrimas e o seu pesar. E debaixo do céu nublado começo agora a criar as minhas próprias luzes que provêm do coração que está pronto para todas as tempestades, mas nunca sem as tuas palavras de amor.

4 comentários:

Há.dias.assim disse...

Força porque este é um grande desafio com caminhos por vezes tortuosos.

maria teresa disse...

Amar não é fácil... vejo que já percebeu isso muito bem.
Abracinho

papoila disse...

Olá Rita,
Venho agradecer e retribuir a visita!
Vou aparecer aqui mais vezes e espero que me vás visitar também.
beijinhos

PauloMitchell disse...

Obrigado, também vou seguir-te *

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...