terça-feira, 20 de abril de 2010

O nosso dia

Por entre as árvores e toda a indisciplinada florestação, fixo o meu olhar em tudo e em nada, procurando-te, ansiosa por te sentir.
E de repente, o céu nublado dá lugar a um sol fulgurante que incide sobre ti, tornando-te o coração de tudo, ou pelo menos o meu.
Observo-te enquanto passeias à beira do lago e tropeças nas pedras que transformas em penas, fazendo destas sonhos e dos sonhos a felicidade real.
Ao querer ser a tua realidade aproximei-me de ti e tu sem hesitar usaste, uma vez mais, a tua magia que cola cacos concebendo Obras de Arte.
Por fim, abraças-me e eu sussurro ao teu ouvido “Obrigada por tornares o meu dia no nosso dia”.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Missão de Fogo


Sou apenas fragmentos daquilo que fora à tempos.
A ignorância e inocência de criança abandonaram-me e agora apenas me resta a desilusão. Tudo o que consigo manter é a mágoa, que me invade, que me destrói, que corrói o meu ser.
Não há viver, somente existência.
Em mim encontro aceso o fogo da tristeza.
O que me resta é destruir o pouco que ainda tenho e aos poucos afundo a cor e afogo-me na minha escuridão. Não me vou salvar do que me fora designado.
Resta-me mentalizar-me e autodestruir-me.
A tristeza irá incendiar-me e terei cumprido o que cumprido teria de ser.

sábado, 10 de abril de 2010

Rapariga-Sonho

Chegara a hora de todas as verdades e lá estava ela, a “Rapariga Sonho”, chamavam-lhe assim por causa do seu sonho de poder mergulhar o mundo num livro tão cor-de-rosa como as suas fantasias de criança.
O seu verdadeiro nome é segredo, tem uma tenra idade e a escrita significa para si o que a água representa para o Homem.
Tudo começou quando era uma adolescente de 13 ou 14 anos e naqueles dramas característicos dessa fase, sentiu a revolta contra o Mundo o que a fez tropeçar nesta relíquia denominada escrita.
Estava consciente da ficção do seu sonho e neste momento gostaria somente que lhe dessem uma sincera opinião acerca dos textos da sua autoria.
E agora, enquanto aguarda por uma opinião senta-se na sua cadeira da imaginação, a ler. Quer saber quais os truques para escrever de uma forma tão fascinante, quer poder cativar o mundo pelas palavras.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...