quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Gaiola de compaixão


Desde que construiu o seu próprio mundo que sempre teve a companhia do seu lindo pássaro azul.
Ao início não sabia bem como lidar com ele, porém colocou-o numa gaiola, pois tinha medo que ele fugisse. Era uma dona muito dedicada, tratava-o como se ele fosse o seu mundo. Afeiçoou-se a ele. Chorava tantas vezes frente a ele, ria ao vê-lo, sentia-se feliz ao ouvi-lo, mesmo quando o seu chilrear a acordava durante a noite.
Todavia um dia ele deixou de chilrar para ela, ela alimentava-o e ele quase não comia, falava para ele e ele mostrava-se desinteressado.
Este acontecimento fê-la reflectir, fê-la ver como se tinha revelado egoísta ao mantê-lo preso dentro da gaiola. Deste modo, concluiu que o melhor era devolver-lhe a liberdade.
Abriu a porta da gaiola e ele manteve-se estático, então ela pegou nele, abriu a janela e poisou-o à frente dela. Ele sem hesitar voou, não para a rua, mas de volta para a sua gaiola.
Apesar de não compreender a atitude dele não o forçou, mas deixou a janela aberta com esperança que ele partisse.
Passaram meses e ele mantinha-se lá e a janela permanecia aberta, apesar de já ter terminado o Verão e estar a chover.
Preocupada, levantou-se da cama, erguendo junto a ela a culpa, correu para a sala e viu-o a olhar para a janela. E não querendo mais ser culpada da infelicidade dele pegou-lhe e disse-lhe que a partida dele não seria somente benéfica para ele, pois ela adorava-o e o bem dele era o bem dela. Podia chorar a sua ausência, mas iria sentir-se bem mais leve ao saber que ele ia ter a vida que ele próprio escolheria.
Ambos deixaram cair uma lágrima e o passarinho voou pelo céu fora.

16 comentários:

MARGARIDA BELOTO disse...

está lindo, meu deus :o

rita disse...

de nada, tambem acho :p esta tao lindo, foste tu q escreveste?

lis disse...

Um pássaro na gaiola é sempre muito triste, eles até acostumam, mas perdem a liberdade e esse céu imenso só deles!
conto lindo.
Parabéns e obrigada por compartilhar.
abraços

Há.dias.assim disse...

Quem ama deve ser capaz de libertar o seu anjo azul, mas a verdade é que o chorará para toda a vida.

maria teresa disse...

Há muito que não lia um texto tão poético, tão belo e com uma tão maravilhosa metáfora.
Parabéns!
Abracinho

Joanna disse...

está lindo, escreves tao bem +.+! Vou seguir

rita disse...

esta tao bonito *-*

danó disse...

que texto lindo! :o
dos melhores que já vi, a sério
talvez porque me indentifiquei mesmo com ele :$

Cátia disse...

Obrigado :D
Adorei o texto! Também gostei muito do teu blog :D

Cátia disse...

vou seguir :D

PauloMitchell disse...

Texto tão fofo!

carolinz. disse...

; concordo contigo, há pessoas que não sabem distinguir o presente do passado e julgam-nos por isso .
; obrigada, também gosto do teu (:

Lebási. disse...

obrigada querida :D

MARGARIDA BELOTO disse...

depois de tanto tempo a tentar, acho que finalmente consegui (:
Beijinho querida *.*

Padre confessor disse...

Excelente escrita aqui vai. (acho que ainda ninguém tinha gabado o texto, pois não? ;)

MARGARIDA BELOTO disse...

obrigada princesa (:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...