quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Talvez pudesse


Talvez pudesse ter super-poderes, ser perfeita, agarrar em espinhos e transformá-los em rosas.
No entanto, nunca serei brindada com esses dons e hoje as minhas mãos estão cortadas e repletas de sangue, pois eu sou apenas uma fraca.
Devia levantar a voz e gritar loucamente "Até nunca!", mas não sou capaz, por mais que o deseje.
Não sei aguentar, não sei disfarçar, quero desaparecer e a minha história apagar.

8 comentários:

Há.dias.assim disse...

O tempo encarrega-se disso, agora procura manter-te o mais equilibrada possível, aproxima-te de amigos, dedica-te ao voluntariado... a dor vai passar. Acredita!

maria teresa disse...

Ser-se "frágil" não é defeito nenhum...é o seu modo de estar na vida...alguém a magoou, esse alguém é que está errado, por isso não deseje nunca desaparecer, siga em frente porque lá está outro alguém, que apreciará a sua franqueza, a sua maneira de ser.
Abracinho

RuteRita disse...

Está mais q lindo

Lilá(s) disse...

Um dia quando acordares a dor será menor...luta contra ela verás que a vences.
Beijos

Autora de Sonhos disse...

Um dia de cada vez...

PauloMitchell disse...

Gostei, mas pensa que talvez amanhã consigas sorrir :)

ઇઉ Pensamentos de Tata ઇઉ disse...

Procure força no seu interior, reze a Deus ,não desista da luta e se achas que deve te levantar e sair pela porta, vá logo, esta esperando o que?Você é forte ,basta arrebentar estas correntes invisiveis que estão em sua mente!Bjs

Carla disse...

Gostei muito deste texto.Até me identifico com ele. :)

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...